Publicidade
MUDAROCK Saiba mais sobre o movimento Saiba mais sobre a ação Login/Cadastro
Home / Blog MudaRock / MudaMais
09 03
Você está disposto a pagar para o descarte correto de lâmpadas?

10:51 - MudaMais

Cerca de 290 milhões de lâmpadas fluorescentes são vendidas por ano no Brasil. Para dar conta de todo esse material quando ele for parar no lixo, empresas e o Ministério do Meio Ambiente estão negociando um acordo para que o meio ambiente não sofra as consequências. O problema é que o custo acabará vindo para o nosso bolso.

As lâmpadas fluorescentes gastam até 80% menos energia, mas essa consciência ecológica vai toda pelo ralo na hora do descarte: 95% delas vão parar em locais inadequados, com aterros e lixões, gerando perigo para a saúde. O maior risco está no contaminação de rios e do lençol freático por mercúrio, metal tóxico usado na sua fabricação.

Há mais de um ano, a Lei de Resíduos Sólidos determina que os comerciantes, fabricantes e importadores devem recolher e dar o destino correto às lâmpadas. Mas o tema acabou ficando apenas na discussão dentro do setor e a lei não saiu do papel.

As associações que reúnem fabricantes e importadores querem que o comércio tenha postos de coleta onde os consumidores entregariam as lâmpadas usadas. Uma associação sem fins lucrativos faria o transporte e a descontaminação, recebendo dos fabricantes R$ 0,40 por lâmpada vendida – custo que seria incrementado no preço que pagamos pelas lâmpadas. O governo está avaliando quanto vai sair a mais do bolso da população e estima que o programa de descarte comece até o fim do ano.

Está certo pagar um pouco mais para ter o descarte correto dos produtos que consumimos. Mas a conta deve ser justa e dividida entre todos os envolvidos nessa cadeia produtiva.

Cabe ao governo avaliar bem a questão para que o custo repassado para o preço das lâmpadas não seja alto demais ao ponto do consumidor desistir de optar pelas fluorescentes e voltar a comprar as incandescentes, que gastam mais energia. Sem contar a fiscalização, que vai ter que funcionar para que empresas que não cumpram as normas entrem com lâmpadas mais baratas no mercado. Porque de nada adianta resolver um problema e voltar a ter outro. Como diria a nossas avós, é como cobertor curto, cobre a cabeça e destapa o pé.
Comentários:
11
descarte correto de lâmpadas | economia de energia | lâmpadas fluorescentes | Lei de Resíduos Sólidos | Ministério do Meio Ambiente

Deixe seu comentário

comentários (11)

  • Assim como no assunto das sacolinhas de mercado, querem que o consumidor, que já paga caríssimo por causa da carga tributária abusiva (e sem ter contrapartida para tanto imposto pago). Sou totalmente contra, esse custo tem que ser dos fabricantes, que têm inclusive que baixar mais o preço, para incentivar o consumo.

  • Corrigindo: “Assim como no assunto das sacolinhas de mercado, querem que o consumidor, que já paga caríssimo por causa da carga tributária abusiva (e sem ter contrapartida para tanto imposto pago) pague a fatura. Sou totalmente contra, esse custo tem que ser dos fabricantes, que têm inclusive que baixar mais o preço, para incentivar o consumo.”